Entrevista a Alexandra Lopes

04-09-2018 14:20

A consultora explica com muito detalhe a importância da imagem nas relações profissionais e pessoais em Portugal. Alexandra Lopes garante que o sucesso de uma carreira pode estar relacionada com a forma como se transmite a própria imagem. Nesta entrevista, termina com o mito que os portugueses são vaidosos e que vivemos numa sociedade conservadora, mas tem a certeza que existe maior sensibilização para os aspectos formais

 

"Os portugueses estão cada vez mais conscientes da importância da imagem"

 

Porque razão lançou um projecto na área da Consultoria de Imagem?

O meu percurso profissional por conta de outrem focou-se essencialmente no Marketing, tendo assumido funções de Gestão de Marketing e Produto em diversos setores, com maior destaque temporal para a Banca. A minha formação académica também foi fundamental para enveredar pela criação de um negócio próprio na área da Consultoria de Imagem em 2014. No entanto, a ideia de iniciar um negócio surgiu num dia de semana logo de manhã, após uma boa noite de sono. A preparação durou cerca de um ano durante o qual investi em formação na área de Consultoria de Moda e Imagem. A experiência profissional que adquiri ao longo de quase doze anos deu-me maturidade e confiança necessária para avançar com o projeto.

Em que situações a imagem pode conquistar a conquista de objectivos?

A imagem que projetamos é composta não só pelo vestuário, mas também pelos cuidados que temos com a nossa aparência em geral. É fundamental sentirmo-nos confortáveis com a nossa pele se pretendemos comunicar uma imagem de sucesso. No plano profissional, a nossa imagem deve estar em consonância com o nosso estilo pessoal, tendo em consideração o dress code da empresa em que trabalhamos, bem como a função que desempenhamos.

Em que ocasiões pode prejudicar?

A imagem deve adequar-se a cada situação ou contexto, mas o mais importante é sentirmo-nos confortáveis em todos os momentos do nosso dia a dia. Se não nos sentirmos bem com a roupa que vestimos, os outros irão perceber e poderá gerar-se uma situação de desconforto que deve ser evitada a todo o custo, podendo influenciar a nossa autoestima e confiança. Devemos analisar opções mais adequadas se escolhermos uma área de trabalho cujo dress code não tem nada a ver connosco.

Como define a imagem dos portugueses?

Noto que há uma crescente sensibilização para o tema da imagem, principalmente de quem pretenda diferenciar-se e enquadrar-se no contexto profissional em que se insere. Não só para quem abraça novos desafios, mas também para os que ocupam cargos de liderança, nos quais é importante transmitir confiança, credibilidade e assertividade. Nessas e noutras situações, a Consultoria de Imagem proporciona um acompanhamento personalizado aos profissionais que pretendam ser bem sucedidos nas carreiras.

Os portugueses são vaidosos?

As pessoas estão cada vez mais conscientes da importância da imagem, apostando no conforto através de um vestuário mais prático. No entanto, não invalida que escolham um visual mais elaborado para uma ocasião especial como uma festa, jantar ou saída à noite.

O excesso de preocupação com a imagem significa que a sociedade é mais conservadora?

A preocupação com a imagem não é sinónimo de formalidade ou conservadorismo, mas apresentarmo-nos tendo em consideração o contexto no qual nos inserimos, com roupa cuidada, limpa e em bom estado.